Está na Hora de Mudar a sua Seleção

O Retorno do Cliente
31 de março de 2016
O Método da Influenciosfera
7 de abril de 2016

Quando comecei a escrever este texto, eu tinha acabado de receber a notícia de que a seleção brasileira de futebol empatou com o Paraguai e foi rebaixado para o sexto lugar nas eliminatórias para a Copa. Ouvi, inclusive, boatos da demissão do atual técnico Dunga.

Eu achei ótimo. Veja bem, não pelo atual estado da seleção ou pelo Dunga correr o risco de perder seu emprego, mas sim pela oportunidade que nos dá para falar de outro Pecado que cometemos diariamente em nossas carreiras: a Insensibilidade.

A Insensibilidade é a falta de capacidade de ler o Outro e o mundo à sua volta. Ela atinge muitos comportamentos, mas, em homenagem ao jogo da seleção, quero focar em um em particular. Na verdade, um adágio popular: em time que está ganhando não se mexe.

Tenho certeza de que você já ouviu isso em algum lugar ou mesmo já disse isso. É algo bastante presente na nossa cultura, seja na vida pessoal (casamento, educação dos filhos, amizades) ou profissional (seu negócio, sua empresa, sua estratégia de marketing).

Qual o problema desse pensamento?

Vamos para as metáforas. Bem, o time que ganha sabe jogar o jogo. Ganha porque conhece as regras e tem algum preparo e autonomia dentro dos parâmetros que foram estabelecidos. E se alguém mudar as regras do jogo? Como fica o seu time?

E não podemos ignorar essa realidade, o jogo muda o tempo todo. Novas tecnologias surgem, novas maneiras de fazer negócios, novos mercados, crises econômicas e políticas… A lista de mudanças não tem fim. E cada mudança dessas exige um posicionamento estratégico, algo que você não consegue se ficar preso na mesma estratégia.

Então, se perguntarem “Se mexe em time que está ganhando?”, você deve responder “Mexe sim senhor!”. Ainda mais nos tempos atuais, em que a novidade de hoje torna-se obsoleta amanhã!

E veja que eu não estou falando de futurologia, tentar adivinhar o próximo lance dos acontecimentos sociais, políticos e econômicos. Muito menos gastar tempo só observando variáveis controláveis e incontroláveis de micro e macro ambientes para detectar tendências. Enquanto você analisa, o seu time “ultrapassado” ainda está jogando (e perdendo!).

Mas o que fazer para não cair para o sexto lugar das eliminatórias da Copa da vida?

Você deve jogar, ganhar, mexer, jogar, ganhar e mexer de novo. Sempre sensível aos resultados, às novidades e, principalmente, estar disposto a adaptar sua estratégia.

Só assim você consegue vencer o Pecado da Insensibilidade. E você acha que esse pecado é pouca coisa? Só perguntar para o Dunga se ele está satisfeito com a sua situação atual.

Assim como a Insensibilidade, ainda existem muitos outros pecados que podem fazer com que você perca o jogo, perca o cliente, perca espaço no mercado… Enfim, perca tudo! Você precisa aprender a se blindar contra os 7 Pecados da Argumentação.

Conhecer os 7 pecados da Argumentação e vencê-los é uma nova estratégia para se destacar no momento atual. Clique aqui e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *