“Frio na barriga” na hora de Argumentar?

A arte de saber argumentar: Conheça as 5 Técnicas da Argumentação
16 de julho de 2018
Um líder nasce líder ou se torna um?
1 de agosto de 2018

Estou, de verdade, muito feliz em saber que várias pessoas se identificaram com meu último artigo. Desde a última quarta-feira, recebi inúmeros comentários de pessoas afirmando que o conteúdo conectou muito com o momento enfrentado na empresa onde trabalham.

Afinal, argumentar é uma das habilidades mais importantes dentro dos ambientes corporativos.

Realmente, o ato de argumentar pode parecer algo sem complicação. Inclusive, há aqueles que julgam ser algo muito fácil – principalmente para pessoas que já têm a característica “tagarela” nata -, mas não é tão simples assim.

Argumentar vai muito além e, por isso, não basta simplesmente falar desenfreadamente. É imprescindível saber argumentar de maneira lógica, coerente e persuasiva mostrando, ao longo da fala, argumentos sólidos para compor a base estratégica do discurso e, com isso, alcançar o seu objetivo final.

Em suma, profissionais que sabem construir discursos baseados em argumentos fortes e coerentes estão muito mais à frente, pois essa característica é considerada como um diferencial no mercado de trabalho.

Quando pensamos nos profissionais de inúmeros tipos de ambientes corporativos, durante seus discursos – em reuniões ou palestras para pouca ou muita gente – vemos, principalmente, dois perfis:

  1. Tem aqueles que se expressam extraordinariamente bem, mas quando analisamos o que foi falado, concluímos que nada de relevante foi dito.

  2. Há outros que simplesmente sabem o que deve ser falado, mas ao se depararem diante de mais pessoas “travam”, e conforme vão tentando falar, o tom de sua voz diminui.

Muito provavelmente, se você chegou a essa parte do texto, você pode até não se encaixar diretamente em um desses dois perfis, mas, talvez, em um “meio-termo”, não é mesmo?

Peço que não se sinta “menor” ou envergonhado por isso. Pode não parecer, mas essa situação é muito mais comum do que você imagina.

Há anos trabalho diretamente com gestores, empresários e, também, com profissionais liberais que relatam essa “dor”. Ou seja, essa angústia de não conseguirem se mostrar argumentadores incrivelmente seguros e fortes diante de mais pessoas.

Mas saiba que há, sim, estratégia para desenvolver a habilidade de argumentar.

Por isso, em vista de todas essas questões, estudei anos e anos e desenvolvi o Método dos 3 SIMs para ajudar as pessoas a se livrarem desse tipo de frustração. Pois não é justo profissionais estudarem e se dedicarem tanto durante toda uma vida e na hora de falar não conseguirem mostrar todo o conhecimento e autoridade na área/assunto, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *