O que os Grandes Líderes Podem Aprender com os Atletas Paralímpicos?

O que vai acontecer com as empresas nos próximos anos?
30 de agosto de 2016
O segredo do sucesso da sua empresa está ao seu lado – saiba identificá-lo!
13 de setembro de 2016

Falar de superação é fácil (e já te adianto que não é só sobre isso que vamos falar neste texto). Quando fazemos uma analogia com a realidade, além da superação, podemos aprender muitas outras coisas –  tão importantes quanto.

Vou te convidar agora à uma pequena reflexão. Já que amanhã se iniciam os Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro, vamos pensar: e se a sua empresa fosse um evento como as Paralimpíadas?

Sabemos, que, pela realidade enfrentada no Brasil hoje, os Jogos Paralímpicos têm dimensão e popularidade diferentes dos Jogos Olímpicos, por exemplo (e que, infelizmente, são inferiores). Então, e se a sua empresa fosse as Paralimpíadas? Você teria alguns problemas para lidar e, como líder, é seu dever tomar posição e encontrar soluções para virar o jogo.

Mas como fazer isso da melhor forma? Os atletas paralímpicos te ensinam! Olha só:

Disciplina

Não é porque os atletas paralímpicos possuem algum tipo de deficiência que precisam realizar treinos reduzidos ou limitados. A maioria treina por cerca de 10 horas diárias, no ritmo de um atleta de alto rendimento. Ou seja, disciplina é um elemento extremamente forte para eles, assim como deve ser para você, que é gestor e/ou tomador de decisão de uma empresa. A disciplina deve estar presente tanto no planejamento quanto na gestão.

Gestão

Agora, mais da metade dos ingressos para os Jogos Paralímpicos foram vendidos, mas nem sempre foi assim. Até algumas semanas atrás, a taxa de vendas girava em torno dos 20%, de acordo com dados do Comitê Paralímpico Brasileiro – um número considerado baixo. E se esses números significassem o lucro (ou o prejuízo) da sua empresa? Como lidaria com as baixas estatísticas?

Especialização

Os atletas conseguem bons resultados não apenas porque treinam, mas porque estudam o adversário e estão sempre procurando técnicas diferentes. E você pode fazer o mesmo, e tentar se especializar na sua área ou fazer outras atividades que estimulem características importantes na sua gestão.  Aliás, você sabia que o esporte tem papel fundamental na capacidade de liderança? Muitas pesquisas e artigos sobre o assunto (como esse aqui) apontam que quem pratica esportes tem uma noção mais aguçada de como uma gestão funciona, por causa do trabalho em equipe, da identificação dos pontos fortes e fracos do adversário, e da relação de “dependência” que a equipe cria.

Adaptação

Assim como os atletas paralímpicos têm de se adaptar à modalidade que melhor é viável para suas condições físicas, os líderes das empresas têm de estar cientes de que uma grande empresa sempre passa por adaptações. Crises acontecem, processos de modernização também, e a adaptação tem que acontecer – não se pode viver dentro da caixa!

Engajamento

É preciso vestir a camisa da sua empresa – e fazer com que os colaboradores queiram vestir também! O engajamento é uma das características mais importantes da empresa, porque é ele que a faz andar para frente. Pense comigo: quantos canais de televisão que você conhece transmitem as Paralimpíadas em tempo real? Pouquíssimos, certo? Ou seja, tornam a prática dos esportes muitas vezes desconhecidas pelas pessoas. Com a sua empresa, pode acontecer a mesma coisa. Se não houver engajamento, ela não cresce, e vira um evento esportivo sem transmissão televisiva.

Colaboração

Está aí um fator chave para um grande líder. E essa talvez seja a maior lição para se aprender com um atleta paralímpico. Vou te explicar porquê: os paratletas do Atletismo, por exemplo, são subdivididos por graus de cegueira, e, por isso, não conseguem correr sozinhos. Ou seja, precisam de atletas-guia, que são atletas amadores ou olímpicos que correm junto com eles, lado a lado, no mesmo ritmo, segurados por uma corda. Na empresa, você grande líder deve escolher bem a equipe, e principalmente o seu braço direito (alguém honesto e leal). O atleta-guia não pode “empurrar” o paratleta parceiro, sob pena de desclassificação –  do mesmo modo que o seu colaborador tem que te conduzir da maneira correta para te ajudar a ganhar a prova, e não ser desclassificado.

Alto rendimento

Os atletas paralímpicos são considerados atletas de alto rendimento, pois treinam mais e possuem mais títulos que os atletas olímpicos. Do mesmo modo, você deve ter alto rendimento na empresa, e exigir da sua equipe o maior rendimento possível também. Mas é importante que você saiba que esse tipo de coisa não funciona com pressão – o alto rendimento deve partir do próprio colaborador e da vontade dele de crescer e fazer o seu melhor. Para isso, motive-o, incentive-o. Faça gincanas, atividades interativas, parabenize e premie sempre os colaboradores. Não é preciso pesquisas para saber que colaborador feliz trabalha melhor.

Depois de ler essas dicas, se prepare para um novo dia de treinamento. E que comecem os Jogos!

3 Comentários

  1. A OLHAR PRA FRENTE SEM TEMER AS SURPRESAS DA VIDA E COM A LEVEZA DE UMA ÁGUIA

  2. QUERO AGRADECER O PRESENTE DE TERMOS UMA EQUIPE HUMANIZADA DENTRO DO MEU PAÍS OBRIGADA PELO EXEPLO DE IGUALDADE EM PRATICA JÁ SÃO OURO BRASILEIRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *