Perguntar não ofende – nem ao seu chefe!

Demita seu cliente!
21 de março de 2017
5 dicas de linguagem corporal que te fazem vencer uma negociação!
11 de abril de 2017

Você já ouviu aquela frase que diz “Perguntar não ofende”?

Pois então, leve-a para a sua vida – e para a sua carreira!

 

Vejamos um exemplo prático:

 

Você está em uma reunião, onde vários projetos são expostos, e várias ideias diferentes são discutidas. E você fica sem falar nada.

Ou ainda, você está em uma reunião de planejamento, em que várias tarefas novas lhe são dadas, mas você não entende muito bem algumas delas. E, novamente, você fica sem falar nada.

 

O que vai acontecer?

Na primeira situação, você vai passar uma má-impressão para o seu superior, que pode achar que você não está interessado ou não sabe como contribuir minimamente para o departamento.

Já na segunda situação, você vai ficar com tantas dúvidas que, se não forem sanadas uma hora ou outra, vão prejudicar o andamento das suas tarefas na empresa (imagina só, cometer um erro grave por falta de comunicação?).

 

Percebe como, nas duas situações, o simples ato de perguntar faria  toda a diferença?

 

Isso mesmo. Colaboradores que perguntam, questionam, sempre são mais valorizados por seus superiores. Isso porque suas dúvidas acabam por mostrar novas situações, novas possibilidades e podem, inclusive, trazer mais repertório ao chefe e aos outros colaboradores!

 

Além disso, por mais boba que sua pergunta pareça ser, é melhor que ela seja feita para que não restem dúvidas, e você não seja prejudicado por algum mal-entendido igualmente bobo.

 

Você, colaborador, independente de qual área/departamento da empresa você atuar, aprenda: tudo começa com uma pergunta.

Portanto, sua lição de casa para hoje é arriscar: pergunte, questione, vá em frente!

 

Perguntar não ofende – nem ao seu chefe!

2 Comentários

  1. Odilécio disse:

    Muito bacana sua dica, preciso melhorar esse lado!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *