Qual é a semelhança entre os influenciadores digitais e os líderes empresariais?

Qual é a fórmula do fracasso das grandes empresas?
25 de julho de 2017

No mundo atual, muito se fala de influenciadores digitais, os famosos “youtubers”. Mas você já parou para pensar que eles podem ter uma semelhança com os líderes de empresas?

Pois é, essa é uma relação interessante que eu explico em resposta ao questionamento da semelhança entre esses dois perfis em entrevista à rádio Jovem Pan.

E em primeiro lugar, eu já posso dizer que é o seu poder de comunicação. Existem, sim, outras características envolvidas, mas essa, em especial, antes subestimada para o papel de líder, hoje está aflorando cada vez mais.

Há 8 ou 10 anos, o desenvolvimento de líderes tem mostrado a importância da boa comunicação para a plena atuação desse profissional no mercado.

Veja bem…para um influenciador, como a própria palavra diz, influenciar, mudar comportamentos e incutir novas ideias, ele precisa tirar de dentro de sua mente tudo aquilo que está lá e transportar para o lado de fora, para que o mundo veja seus valores, ideias e pensamentos.

Nesse sentido, existe uma aproximação muito grande dos dois perfis, já que ambos têm o poder de mudar as pessoas a sua volta apenas por serem ouvidos, por transportarem os seus pensamentos de maneira clara e objetiva.

E então você pensa: mas os públicos são completamente diferentes! Sim, o entrevistador, Fernando Martins, me perguntou se o público pode mudar a forma como cada um é avaliado, já que, à primeira vista, são tão diferentes.

Bem, a nossa forma de falar é sempre única e, embora ela seja projetada para o exterior, o que está dentro da nossa mente, nossa maneira de pensar e de julgar o mundo, não é visto pelo exterior. Para dar visibilidade a isso, todos precisamos nos expressar. E à medida que você se expressa de forma mais organizada, você é entendido com mais precisão.

Mas essa organização pressupõe um “pensar antes”, ou seja, um planejamento de sua comunicação. E o planejamento está muito presente na vida dos líderes, que têm que planejar constantemente as ações da empresa. Por isso, as empresas estão nos ensinando muito a planejar, porque elas não vivem sem planejamento.

Em contrapartida, o influenciador digital também precisa ter uma planejamento em seu discurso, para gerar os resultados que deseja.

Por fim, respondi a “pergunta de um milhão”!

Independente do meio, seja na empresa ou na internet, como se tornar um comunicador de sucesso?

Ora, comentei com o entrevistador que essa pergunta é fácil de elaborar e difícil de responder, porque para ser um comunicador de sucesso existem várias habilidades exigidas.

Se você quer crescer, se revelar, se mostrar e ter reconhecimento como um bom comunicador, não existe uma fórmula mágica do tipo “faça isso”.

Se você ambiciona tudo isso, você tem que estar preparado para o desenvolvimento de habilidades e competências que vão muito além de “fórmulas de se falar e de se escrever bem”, como estratégias e habilidades que você vem desenvolvendo desde a infância. Mas, a minha grande dica, minha grande surpresa para todos que querem ter sucesso como comunicadores é a mudança de atitude.

Sim, a mudança da visão de se pode dizer tudo de qualquer maneira e a qualquer hora, de que a sua opinião tem que se sobrepor às opiniões dos outros e a sua fala unidirecional, ou seja, você fala e o outro tem que ficar quietinho ouvindo. Não, não!

Uma grande estratégia de comunicação é fazer perguntas, interagir com o outro. Além disso, outra estratégia muito eficaz é antecipar o que você vai dizer, ou melhor, o que você vai responder ao que será perguntado. Essa é uma estratégia que mostra que você é capaz de, empaticamente, perceber as possíveis dúvidas do outro.

Saber o que você quer e aonde você quer chegar, isto é, ter foco, também tem um papel imprescindível. E não estou falando de carreira não, mas de chegar naquela situação comunicativa ideal, conquistar a confiança do outro, a opinião do outro, o “sim” do outro. Porque todas as nossas falas têm um único objetivo: obter o “sim” do outro lado.

E para isso, é preciso então outra característica: ser persistente. Ser persistente faz muita falta e tem um papel determinante na conquista do objetivo de se tornar um grande comunicador, um grande líder, com reconhecimento e autoridade!

Gostou? Quer saber mais?

Ouça a entrevista na íntegra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *