Valor e preço não são a mesma coisa.

Saber ouvir aumenta a sua força!
6 de junho de 2017
Ambição é um sentimento ruim?
26 de junho de 2017

Vamos começar explicando a diferença entre estes dois termos:

Preço: medida monetária atribuída a determinado produto, serviço, ou ao que quer que esteja disposto a oferecer.

Valor: Enquanto o preço se baseia em algo concreto, o valor é subjetivo, e atribuído ao público de acordo com a relevância (do que o produto ou serviço significa para ele, do que vai agregar em sua vida, e que importância ele tem).

Uma vez, li uma frase que dizia que  “Preço é o que você paga, e valor é o que você leva”. Não me lembro bem quem é o autor da frase, mas temos aí uma bela definição.

Se tratando de vendas, o valor é infinitamente maior que o preço. O valor deve ser bem trabalhado, para que pareça tão bom e tão imperdível que o preço se torne insignificante. O seu cliente deve pensar: “mas custa só isso?”.

 

Mas como trabalhar o preço da melhor forma?

Com duas ações simples! Vamos lá:

1- Pesquise seu público

Não só para trabalhar a relação valor x preço, mas também para a venda como um todo. Conhecer o seu público vai te ajudar a explorar os melhores benefícios do seu produto para oferecer.

2- Foco nos benefícios!

Ofereça o que o seu produto tem de melhor para o seu cliente – a curto, médio e longo prazo, tanto para a vida profissional quanto pessoal. Proporcione experiências: faça uso de Storytelling, ou de “imagine” , proporcionando uma sensação positiva do cliente sobre o seu produto (instigando suas vontades e sonhos).

 

E aí, qual o valor do seu produto?

E mais, te desafio: me convença a comprá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *